Posts Tagged ‘pankoka’

Existe de um tudo nessa vida. Inclusive, existe restaurante sueco em Fortaleza.

Oi? Heim?

É, meu bem. Eu disse sueco. O Pinguim Bar, que fica na região da Praia de Iracema, vende legítimos (e esquisitos) pratos suecos. E claro que eu ia deixar para comentar sobre ele quando já tivesse comentado todas as minhas sugestões para comer em Fortaleza, né?! Tipo save the best for last. Mesmo porque o Pinguim foi o último restaurante que eu visitei nessa minha estadia – para quem não acompanhou e não sabe, estive em Fortaleza cobrindo o evento de moda Dragão Fashion.

Voltando ao Pinguim: lá, existe um clima “varandão” com algumas cadeiras e mesas de vime, e outras mais “cara de restaurante”. Fui com o Roberto – que não se aventurou a comer – e pedi um Pepperbeef. Trata-se de um bifão enorme com umas batatas sauté (é assim que escreve?). Por cima do bife, um molho rosinha bem apimentado – acho que era pimenta do reino, mesmo, tinha o maior gostão forte.

Ou seja, dá para dividir em dois (deixei metade) e custa R$ 22. Mas-porém-todavia-contudo o prato que eu não tive coragem de experimentar mas que você deveria ter é o PANKOKA.

No Pankoka eles simplesmente misturam bacon, sorvete e blábar. Pois é, você já estava achando estranho comer sorvete com bacon, mas isso é porque você não sabe o que é o tal do blábar. Eu pedi uma colherada para experimentar. Parece uma geléia feita com alguma fruta (tem gosto de amora), bem docinha.
COM BACON! DIGA AÍ SE NÃO É ESQUISITO?!

A fofa do Pinguim também me deu outro negócio docinho para experimentar que chamava… Conchinchinlinch? Chanclich? Clinchclinchclonch? Sei lá, gente, era uma coisa com nome bizarrinho – não vi no cardápio – e gosto bem igual ao do báblar, feita com outra frutinha megaparecida com amora, e que provavelmente também é servida com sorvete e BACON!

(procurei por blábar na internet, parece que é megatradicional na Suécia e que eles tomam uma sopa de blábar tipo os paraenses comem açaí)

Para quem ficou interessado na Pankoka, a versão menor custa R$ 5. Da próxima vez eu juro que experimento. Ah: e acho que no Pinguim também deve ser supergostoso tomar uma cervejinha.

Serviço
Pinguim Bar
Av. Monsenhor Tabosa, 1137, Praia de Iracema, Fortaleza – CE.

Jorge Wakabara

Anúncios