Posts Tagged ‘morango’

O Fornalha é tão importante para nós, PobresQueTambémComem, que virou VERBO. A primeira que eu ouvi dizendo para a gente FORNALHAR foi Bruna Beber. Existe Fornalha em alguns lugares do Rio, mas o Fornalha dos nossos corações fica em Copacabana, bem pertinho das casas de prostituição e das colegas.

No Fornalha não existe espaço para comida saudável. Ou você come uns salgados fritos cheios de gordura, ou você come um pedaço de bolo gigante e cheio de açúcar. Por isso mesmo a gente gosta. Além de eu adorar o bolinho de aipim (que para o paulista é a mandioca) com carne seca de lá, posso ir de madrugada (pois é 24h) e posso pedir por telefone (pois tem delivery até as 21h). É bem barato: o salgado sai R$ 2 (ou R$ 2,30 quando tem requeijão), a fatia de bolo fica por volta de R$ 3 e pouco dependendo do tipo (o que eu gosto, morango com chocolate, é R$ 3,30).

Bom, quem nunca fornalhou precisa experimentar o SALGADINHO MAIS QUENTE DO RIO. É o slogan deles, juro!!!

Serviço
Fornalha (de Copacabana)
R. Ministro Viveiros de Castro, 33-C, Copacabana, Rio de Janeiro – RJ
Tel. 21-2275 3998

Jorge Wakabara

Anúncios

Tipo Viena, mas é bem melhor! Aqui em BH tem um restaurante, o Graciliano, que provavelmente deve virar uma grande rede muy em breve – por enquanto só tem três e eu fui no do Belvedere, porque IEU SÔ CHIQUE, BENHÊ.

Tem café da manhã – que todo mundo fala bem, a Natália Dornellas recomendou e tudo – e almoço. Fui no almoço com o Roberto. Bem bom: tem MUUUITA variedade, do mexidão típico ao peixe, passando pelo sushi e por uma variedade ótima de salada. Tinha até uma pêra, acho que ao vinho.

O mais gostoso são as garrafinhas de sucos – o do Bob acho que era morango com alguma coisa, e o meu era o exótico limão com manjericão. Tipo tempero, né, gente? Eu adorei, mas faz cócegas na garganta. Sério.

Bom, o almoço não sai tão barato – para o buffet livre eles cobram R$ 30 e lá vai pedra. Mas existe a opção de comer por quilo. Eu, que normalmente gasto R$ 14 em quilo de São Paulo, por aí, fechei minha conta em exatos R$ 18,73, com o suco, sem sobremesa. Bom, né? Eu achei.

Acho que com isso eu encerro minhas experiências gastronômicas em Belo Horizonte – POR ORA. Afinal, tenho um bom motivo para voltar… PRONTO,FALEI.

Serviço
Graciliano
Av. Luiz Paulo Franco, 721, Belvedere, Belo Horizonte – MG.
Tel. 31-3286 8505

Jorge Wakabara

Existe uma rixa clássica no mundo dos que tomam cerveja na Vila Madalena: os que gostam do Filial e os que preferem o Genésio. Eu sou adepta do segundo, e é sobre ele que vou discorrer – apesar de todos nós sabermos que, independente da escolha, o bolso pra onde vai seu suado dinheirinho é o mesmo. Ou seja: é tudo dos mesmos donos.
 
Antes de tudo, é importante ir preparado pra enfrentar um dos piores atendimentos da história, com garçons pra lá de mal-humorados. Apesar disso, o Genésio é uma boa opção pra quem quer comer comida de verdade em horários mais avançados da noite, ou até pra almoçar num domingo de sol. As massas são bem gostosas e ficam em torno dos R$ 20. No inverno, vale a pena ir lá pra comer o capeletti in brodo, tipo uma sopa de capeletti muito boa, que vem numa porção generosa, esquenta e custa R$ 15. Dizem que tem um pato no buriti fantástico, mas isso eu nunca provei, então quem quiser que se aventure!
 
Os sanduíches também são gostosos, como o de carpaccio e o de gorgonzola com salame. Custam mais ou menos R$ 13. As sobremesas são boas, pra mim um dos principais quesitos no qual o Genésio ganha do Filial. Os clássicos são as taças de sorvete, que custam uns R$ 10; numa das opções, as vezes peço pra tirar o sorvete e fico só com uma taça gigantesca de morango com chantilly. Delícia! Meio caro pra um mero morango com chantilly, mas enfim…  
 
Ah! Bom pra ir com amigos e peguetes.  
 
Serviço
Genésio
R. Fidalga, 265, Vila Madalena, São Paulo – SP
Tel. 11-3812 6252
www.bargenesio.com.br

Mari Tavares