Posts Tagged ‘massa’

Quando li que o Djoh tava usando um moletom manchado da Universidade de Amsterdã, lembrei que eu já citei o Amsterdã Café & Bistrô aqui e não fiz um post só dele.

Ele fica ali, no meio do Jardins, mas longe da muvuquinha. É perfeito pra almoço de família, pra ir com amigos e, principalmente, pra ir com peguete de importância. E, o mais legal, é possível fazer uma festinha, alugando o espaço superior. Mais ou menos como o L’aperô, só que menos balada – uma coisa mais gourmet. Nas paredes, fotos, pôsteres e cartões postais holandeses, um charme (mas nada a ver com as coffee shops da cidade de Amsterdam, tá?). Dá pra sentar lá e tomar uma cerveja jogando conversa fora.

A comida é ótima! De couvert de entrada tem um pãozinho que eles fazem na hora que é um arraso. As opções são bem variadas e bem elaboradas. Mas as combinações massa + grelhado, risoto + grelhado ou salada + grelhado são as mais interessantes. Tudo na faixa dos R$ 30. Tem opções de sobremesa, claro, mas eu não provei ainda. Vai lá e me conta?

Serviço
Amsterdã Bistrô & Café
Rua Mello Alves, 506, Jardins, São Paulo – SP.
Tel. 11-3061 1676

Natalli Tami

Anúncios

Mais uma dica do Felipão.

Nutrisom: é um vegetariano “gordo”. Tem muita massa, bastante fritura, frutas e doces. Um dos meus preferidos. É buffet por R$ 14,50, com direito a suco. O espaço é amplo, é legal.

Serviço
Nutrisom
Viaduto Nove de Julho, 160, metrô Anhangabaú, Centro, São Paulo – SP.
Tel. 11-3255 4263

Felipe Gutierrez

Como todo bom pobre habitante da PAULICÉIA, aposto que sua LOMBRIGA também é viciada em SUCO DE TANGERINA.

De uns anos pra cá, o suco se tornou febre nas principais lanchonetes e PADARIAS 2.0 (adorei esse termo que li em algum lugar) da capital.

Na verdade, a própria tangerina é um versão 2.0 da laranja: docinha, menos ácida e com uma COR linda.

Como todos sabemos, a TANGE é sazonal – afinal ela é uma fruta e nao uma truta (ai que piada horrorosa). Eu sempre sofro quando sou obrigada a escolher outra bebida.

Entretanto, trago a boa nova para vocês: há um lugar onde – independente da época do ano – é possivel saborear um delicioso suco de tangerina.

Estou falando do Empório Moema, localizado no lado PÁSSAROS do bairro.

A padaria é gigantesca, oferece uma infinidade de comidinhas, desde pães e doces a massas artesanais e risotos, feitos lá mesmo.

Sugiro, como um bom acompanhamento para o suquinho, uma porção de pães de queijo recheado com alguma coisa que me lembra catupiry mas é mais gostoso. A massa é diferente, dissolve na boca: a escapadinha perfeita da dieta.

Serviço
Empório Moema
Av. Macuco, 218, Moema, São Paulo – SP.
Tel. 11-2101 4000

Ana Laura Mello

Quando trabalhava no Bom Retiro, tive a experiência mais ambígua da minha vida. Ao mesmo tempo em que comia em restaurantes e quilos bons e baratos, tinha que me virar para não tropeçar em entulhos largados nas calçadas e não pisar em cocôs de cachorro e gente.
Sim, era horrível! Mas a parte da comilança era ótima. Além de ter vários PFs por R$ 6 e R$ 7, tinha o fabuloso Catupiry®. É, a fábrica antiga fica no Bom Retiro e abriga um mini restaurante com massas, coxinhas, quibes, polpetones…tudo recheado com o verdadeiro e bom Catupiry®!
As massas custam em média R$ 10 o prato individual. Os salgados custam uns R$ 3. Atentem para a lasanha quatro queijos….dá e sobra! Você sai de lá superalimentado!  E paga por aí, uns R$ 10. Dica: também dá pra comprar uns potões de requeijão e massas pra fazer em casa.
Tem outra unidade em Moema, mas não sei se é tão barata assim. Dêem uma olhadinha no site (http://www.catupiry.com.br), tem até mapinha prá chegar. E receitinhas também! Bom apetite!!!
Serviço
Laticínios Catupiry Ltda.
Av. Rudge, 218, Bom Retiro, São Paulo – SP.
Tel. 11-3226 3155

Dulce Rosell

Existe uma rixa clássica no mundo dos que tomam cerveja na Vila Madalena: os que gostam do Filial e os que preferem o Genésio. Eu sou adepta do segundo, e é sobre ele que vou discorrer – apesar de todos nós sabermos que, independente da escolha, o bolso pra onde vai seu suado dinheirinho é o mesmo. Ou seja: é tudo dos mesmos donos.
 
Antes de tudo, é importante ir preparado pra enfrentar um dos piores atendimentos da história, com garçons pra lá de mal-humorados. Apesar disso, o Genésio é uma boa opção pra quem quer comer comida de verdade em horários mais avançados da noite, ou até pra almoçar num domingo de sol. As massas são bem gostosas e ficam em torno dos R$ 20. No inverno, vale a pena ir lá pra comer o capeletti in brodo, tipo uma sopa de capeletti muito boa, que vem numa porção generosa, esquenta e custa R$ 15. Dizem que tem um pato no buriti fantástico, mas isso eu nunca provei, então quem quiser que se aventure!
 
Os sanduíches também são gostosos, como o de carpaccio e o de gorgonzola com salame. Custam mais ou menos R$ 13. As sobremesas são boas, pra mim um dos principais quesitos no qual o Genésio ganha do Filial. Os clássicos são as taças de sorvete, que custam uns R$ 10; numa das opções, as vezes peço pra tirar o sorvete e fico só com uma taça gigantesca de morango com chantilly. Delícia! Meio caro pra um mero morango com chantilly, mas enfim…  
 
Ah! Bom pra ir com amigos e peguetes.  
 
Serviço
Genésio
R. Fidalga, 265, Vila Madalena, São Paulo – SP
Tel. 11-3812 6252
www.bargenesio.com.br

Mari Tavares

A Vila Madalena para mim, moradora-sem-carro-da-Vila-Buarque, é um lugar perto, mas que só vou quando 1) tenho carona; 2) hum… Acho que é só quando tenho carona mesmo.

Então, o Filial – e adjacências – a Mercearia e o Empanadas são ambientes exclusivamente pós-SPFW – que é quando consigo carona mais facilmente, né não? E os bolinhos, pasteizinhos, caldinhos e a cerveja são consumidos como se eu fosse muito chegada em comida de boteco. Mas não sou. Pior, isso reforça a idéia que a Vila é boêmia… E é, mas acho meio piegas – ok, isso é um problema meu, vou resolver sozinha!

Bom, eis que um dia, fui ao Café Florinda. Na esquina da Aspicuelta com Harmonia (na frente do Bayano, um restaurante japa que também merece um post aqui depois, viu, Jorge?), fica esse pequeno restaurante. A decoração é do tipo fofa: paredes vinho com azulejos atrás do balcão e mesinhas com cara de antigas. No cardápio, salada orgânica (o molho é feito com um pouquinho de açúcar, o que o deixa levemente adocicado, mas não é nada enjoativo), massas leves (gostei muito do penne al limone) e grelhados. No almoço, a minha dica – um pouco óbvia até – é escolher a “quentinha”. Trata-se de um combinado de suco, entrada (sopa ou salada), prato principal e café. Pra quê mais, né?

Ah, você quer mais? Então peça o brigadeiro de granola para sobremesa. Não, não é natureba. É bom. Muito. E a conta fica, mais ou menos, R$ 20 ou R$ 22.

A dona é a Mariana Machado, casada com o fotógrafo Felipe Hellmeister, e sempre está por lá. Talvez por isso, jornalistas, fotógrafos, artistas em geral (tipo o Speto, que é grafiteiro) freqüentem o lugar. Vale tanto para a categoria PobreTambémCome, como para a PobreTambémComia – dependendo só da sua disposição…

Serviço
Café Florinda
Rua Aspicuelta, 181, Vila Madalena, São Paulo – SP.
Tel. 11-3814 1060

Maíra Goldschmidt