Posts Tagged ‘grelhado’

Quando li que o Djoh tava usando um moletom manchado da Universidade de Amsterdã, lembrei que eu já citei o Amsterdã Café & Bistrô aqui e não fiz um post só dele.

Ele fica ali, no meio do Jardins, mas longe da muvuquinha. É perfeito pra almoço de família, pra ir com amigos e, principalmente, pra ir com peguete de importância. E, o mais legal, é possível fazer uma festinha, alugando o espaço superior. Mais ou menos como o L’aperô, só que menos balada – uma coisa mais gourmet. Nas paredes, fotos, pôsteres e cartões postais holandeses, um charme (mas nada a ver com as coffee shops da cidade de Amsterdam, tá?). Dá pra sentar lá e tomar uma cerveja jogando conversa fora.

A comida é ótima! De couvert de entrada tem um pãozinho que eles fazem na hora que é um arraso. As opções são bem variadas e bem elaboradas. Mas as combinações massa + grelhado, risoto + grelhado ou salada + grelhado são as mais interessantes. Tudo na faixa dos R$ 30. Tem opções de sobremesa, claro, mas eu não provei ainda. Vai lá e me conta?

Serviço
Amsterdã Bistrô & Café
Rua Mello Alves, 506, Jardins, São Paulo – SP.
Tel. 11-3061 1676

Natalli Tami

Anúncios

Esse blog é muito bom, gente. Esse blog faz TURISMO. Estamos falando diretamente do Ceará, onde yo estoy cobrindo o Dragão Fashion Brasil 2008. Que beleza, essa vida de jornalista, não?

Beleza nada – tô trabalhando que nem um peão desgraçado.

Mas tudo bem. Aqui se come muito bem por pouquíssimo, e se come coisas que não se encontra no sudeste tão facilmente: quer dizer… CAMARÃO E PEIXE. Logo que chegamos fomos nos aventurar pela Av. Monsenhor Tabosa, que é uma espécie de José Paulino daqui. E encontramos o Pankeka’s – um lugar supersimples com uns pratos de tempero ultragostoso. Comi carne de sol (é o vício) com baião de dois – é um prato executivo servido no almoço. Na verdade dava até para duas pessoas, e custa a bagatela de… R$ 9,99! Eu disse NOVE E NOVENTA E NOVE. Ju e Paula comeram frango grelhado e disseram que também estava gostoso (R$ 7,99). Os meninos (Roberto, Fredy e Luis – esqueci alguém?) se jogaram no camarão e gastaram um pouco mais, mas bobagem.

Fica aberto até meia-noite e… tchananan! Tem delivery! Eba!

Obs.: eu não sei se os preços daqui costumam ser mais baratos que isso. Portanto, os restaurantes sobre os quais falarei de Fortaleza são para pobres de São Paulo, OK? Mas os cearenses que quiserem colaborar – fiquem à vontade, a casa é pobre mas é limpinha.
Obs. 2: Agora que eu percebi que ninguém experimentou a panqueca do Pankeka’s…

Serviço
Pankeka’s
Av. Monsenhor Tabosa, 1613, Meireles, Fortaleza – CE.
Tel. 85-3248 0296

Jorge Wakabara

A Vila Madalena para mim, moradora-sem-carro-da-Vila-Buarque, é um lugar perto, mas que só vou quando 1) tenho carona; 2) hum… Acho que é só quando tenho carona mesmo.

Então, o Filial – e adjacências – a Mercearia e o Empanadas são ambientes exclusivamente pós-SPFW – que é quando consigo carona mais facilmente, né não? E os bolinhos, pasteizinhos, caldinhos e a cerveja são consumidos como se eu fosse muito chegada em comida de boteco. Mas não sou. Pior, isso reforça a idéia que a Vila é boêmia… E é, mas acho meio piegas – ok, isso é um problema meu, vou resolver sozinha!

Bom, eis que um dia, fui ao Café Florinda. Na esquina da Aspicuelta com Harmonia (na frente do Bayano, um restaurante japa que também merece um post aqui depois, viu, Jorge?), fica esse pequeno restaurante. A decoração é do tipo fofa: paredes vinho com azulejos atrás do balcão e mesinhas com cara de antigas. No cardápio, salada orgânica (o molho é feito com um pouquinho de açúcar, o que o deixa levemente adocicado, mas não é nada enjoativo), massas leves (gostei muito do penne al limone) e grelhados. No almoço, a minha dica – um pouco óbvia até – é escolher a “quentinha”. Trata-se de um combinado de suco, entrada (sopa ou salada), prato principal e café. Pra quê mais, né?

Ah, você quer mais? Então peça o brigadeiro de granola para sobremesa. Não, não é natureba. É bom. Muito. E a conta fica, mais ou menos, R$ 20 ou R$ 22.

A dona é a Mariana Machado, casada com o fotógrafo Felipe Hellmeister, e sempre está por lá. Talvez por isso, jornalistas, fotógrafos, artistas em geral (tipo o Speto, que é grafiteiro) freqüentem o lugar. Vale tanto para a categoria PobreTambémCome, como para a PobreTambémComia – dependendo só da sua disposição…

Serviço
Café Florinda
Rua Aspicuelta, 181, Vila Madalena, São Paulo – SP.
Tel. 11-3814 1060

Maíra Goldschmidt