Posts Tagged ‘frutos do mar’

Minha relação com a Dona Deôla da Av. Pompéia não envolve café com leite nem pão com manteiga, apesar de eu ser tarada por essas coisas. É uma relação puramente pragmática: trabalho na cercania, preciso almoçar, portanto é lá que eu vou.

Sim, a Dona Deôla tem comida. Mais especificamente, um buffet self-service no horário do almoço – o horário exato eu não sei, mas com certeza das 12h às 15h rola. Só não é muito sábio chegar no fim da feira (como em qualquer outro self-service) porque a salada não vai estar tão bonita nem a comida tão fresca: eles vão repondo ao longo do tempo, mas chega uma hora que eles páram, né…

As opções em salada são boas, com vários tipos de folha, tomate, tábua de frios e o mais importante de tudo: ovinhos de codorna! Os pratos quentes vão mudando durante a semana, mas sempre tem arroz, um tipo de torta, um tipo de carne e outro de frango, sem contar uma bandeja de salgadinhos, tipo mini-croquete, mini-coxinha e essas perdições todas. De sexta-feira é o dia mais gostoso, que é quando tem peixe e frutos do mar, como camarão na moranga. A única reclamação – e acaba sendo uma dica preciosa: as massas, que ficam em panelas a vapor, estão sempre frias. SEMPRE. Aquelas panelas a vapor são uma enganação. Fuja delas.

Enfim, dá pra comer gastando uns R$ 10. Eu como pouco e gasto R$ 7. Se você tiver com uns trocados a mais na carteira, vale muitíssimo a pena aproveitar-se do fato de estar dentro de uma padaria e comer uma sobremesa gostosa e despudoradamente engordativa. Eu recomendo o mini-sonho ou a carolina, que lá vem em versão doce de leite ou chocolate (apesar de carolina de chocolate ser uma incoerência, porque se o recheio é chocolate já vai pra chave classificatória da mini-bomba, não é mais carolina. Carolina que é carolina tem recheio de doce de leite, né não?… mas isso é outra discussão).

IMPORTANTE: Dona Deôla aceita VR* (pelo menos a da Pompéia eu sei que aceita). E todas as quatro casas são 24h! Não vai ter buffet de almoço às 3h da manhã, né, mas um pãozinho na chapa sempre engana a fome…

Serviço
Dona Deôla Pães, Doces e Cia.
Av. Pompéia, 1937, Pompéia, São Paulo – SP.
Tel. 11-3672 6600

R. Pio XI, 1377, Alto da Lapa, São Paulo – SP.
Tel. 11-3022 5640

R. Conselheiro Brotero, 1422, Higienópolis, São Paulo – SP.
Tel. 11-3826 4648

Rod. Raposo Tavares, km 22, Granja Viana, São Paulo – SP.
Tel. 11-4612 2288

http://www.donadeola.com.br/

*Nós do PobreTambémCome sabemos da importância do VR em nossas vidas. Por isso, a idéia é trazer essa informação em todos os restaurantes postados; até ingressamos num trabalho de resgate dos posts antigo, pra complementar com este dado. Aos poucos a gente consegue fazer o levantamento de todos, ok?

Mari Tavares

Anúncios

Pra quem ficar na cidade no feriado e não for extrair nenhum 3º molar, que tal comida chinesa diferente de yakissoba?

Esse lugar, o Rong He – restaurante de massa chinesa, pode ser o lado B chinês. Se fosse na China seria normalzinho, bem PobreChinêsTambémCome (porque se fosse RicoChinêsCome, seria sashimi de magurô – atum).

O tchans do lugar, como diz o subtítulo, é a massa chinesa. Feita na hora do pedido, os macarrões podem ser feitos na máquina ou na mão. Como? Vai lá ver, tem um chinês profissa na vitrine, é impressionante.

São vários tipos de sopas / macarrão. Macarrão oriental invariavelmente vem com sopa junto, muita coisa, tudo boiando. O carro-chefe da casa é o Macarrão Apimentado com Frutos do Mar (e carne de porco, que eles não vivem sem): custa R$ 20. Eu sugiro também a Sopa Agre-Apimentada, que tem bastante vinagre no caldo, R$ 18. Tem yakissoba tradicional, mas não é essa a proposta se você está lá. Os pastéis chineses (guiozá e afins) são ótimos também, a porção é considerável e custa R$ 16. Tem também várias conservas tradicionais, de acelga, de bucho suíno e outros vegetais, R$ 6 em média. Se prepara no olfato! (Nota do editor: CRUZES! AAAH! SOCORROOOO!)

Acho que todas as opções do cardápio tem versões vegetarianas, o que é ótimo, porque é um bom lugar pra ir acompanhado de qualquer pessoa “gastronomicamente interessada”, a não ser que você seja glutão. A sua companhia, portanto, pode ser uma pessoa que não come carne!! Todos os macarrões / sopas dão pra três pessoas normais fácil. Ou dois ogros… então a conta fica decente.

O lugar é simples, as mesas são simples, o atendimento é simples. A fila existe e a hostess não deve entender muito português, só na hora de fazer as contas, porque ela também é o caixa. NÃO ACEITA NENHUM CARTÃO. Só dinheiro e cheque.

Serviço
Rong He (Restaurante de Massa Chinesa)
No quarteirão seguinte da Choperia Liberdade, lado direito, não tem placa.
R.da Glória, 622A, Liberdade, São Paulo – SP.

Natalli Tami

E a Bia, merece ou não merece ser colaboradora fixa?
ELA MERECE, OBÁ! ELA MERECE, OBÁ!

Entre a Farmácia Rouxinol e um prédio de luxo na própria avenida Rouxinol, em Moema, fica um estabelecimentozinho que muitas vezes pode ser confundido com mais uma pizzaria de bairro. Mas não se engane. A Tai Chi Guiozaria serve pratos incríveis, verdadeiramente chineses, por um preço ótimo.

Os pratos que mais valem a pena são o guioza, óbvio, o dim sun, que é um bolinho feito no vapor e recheado de carne, e o “três delícias na chapa”. Este é uma mistura de legumes no vapor, frutos do mar e arroz crocante, com um molho agridoce. Apesar de ter frutos do mar, não se assuste. O prato dá prá dois e custa R$ 13,00.

O Tai Chi fica na Avenida Rouxinol, quase esquina com a Inhambu, em Moema. Aceita cartão de crédito e débito e dá até prá levar o boy – mas não first date.

Serviço
Tai Chi Guiozaria
Avenida Rouxinol, 491, Moema, São Paulo – SP.

Bia Bonduki