Posts Tagged ‘baixa gastronomia’

Você gosta de pão com ovo?
E que tal um PÃO COM OVO DE CHOCOLATE?
Não estou brincando. R$ 6 no Família Burguer.
Eu não comi, portanto não sei se é bom. Mas devo confessar que adoro pão com chocolate.

(e o coro de leitores grita: GORRRDÍÍÍÍÍÍ!!!)

Obs.: Já fui no Família Burguer. É legalzinho.

Serviço
Família Burger
R. Monte Alegre, 681, Perdizes, São Paulo – SP.
Tel. 11-3672 8989

Jorge Wakabara

Anúncios

O paraíso do PobreTambémCome não é barato. Como assim? É que a gente é da filosofia de que economizar para comer coisas gostosas é superválido. E o que a gente pode fazer? A Lanchonete da Cidade é o lugar que a gente mais freqüenta no mundo – não adianta, por mais que a gente tente fugir, pelo menos uma vez a cada duas semanas a gente tá lá, bobão, contando as moedas para pagar.
 
Dicas de gente que FREQÜENTA, e MUITO, a Lanchonete. Primeiro: seja atendida(o) pelo garçom Rodrigo se você quer ter prazer estético. Ele é bem gato. Segundo: dependendo da sua fome, você pode comer um mini x-burguer por R$ 13 – tá vendo? Não é tão caro! Também tem a opção do Totó, que é o cachorro-quente deles, mas o PobreTambémCome prefere os hambúrgueres mesmo. Terceiro: tá com muita fome! Então se joga no Roque, que é uma delícia, ou no Amarelinho, que tem… OVO! Quarto: a gente gosta da batata frita rústica para acompanhar, mas ela pesa na conta. Só peça se você estiver com grana sobrando. Quinto: tem bala de graça numa mesinha perto da vitrine!

E antes que eu me esqueça: eles prometem suco de tangerina para junho / julho. É porque a safra está curta… então só tem drinque de tangerina, por enquanto.

Serviço
Lanchonete da Cidade
Al. Tietê, 110, Jardins, São Paulo – SP.
Tel. 11-3086 3399
www.lanchonetedacidade.com.br

Jorge Wakabara

Bato o pé e compro a briga. É preconceito quem diz que a Galeria dos Pães é cara! Ela tem pinta de cara e é frequentada pelas pessoas mais mal-educadas do planeta, do tipo que não sabe nem dizer “obrigada”. Mas releve, porque vale a pena. 
 
Pra quem não conhece, a Galeria dos Pães é uma megapadaria 24 horas com três ambientes. No andar de cima rola o buffet de café da manhã, almoço (só durante a semana), chá da tarde e, das 18h as 5h, a sopa da noite. No inverno é fantástico se encher de sopa lá. De fim de semana, o brunch também é bem gostoso. Você paga R$ 18,50 e come à vontade – vale a pena ir com calma, chegar cedo e ir comendo aos poucos, devagar e sempre, pra fazer valer seu dinheiro. Até porque eles vão renovando as opções, então de repente chega bomba de chocolate, ai depois vem mini-sonho e por aí vai.
 
No andar de baixo, logo na entrada, tem um espaço enorme que é a padaria propriamente dita. Tem milhões de tipos de queijos e frios, pães, biscoitos, leite – coisas típicas de padaria. Como, de fato, a Galeria é um pouco mais chique, tem uma adega – é legal ficar passeando lá de vez em quando, só babando…
 
E aí, senhoras e senhores, chegamos na lanchonete. É lá que a mágica acontece. E é lá também que o nome do recinto se justifica: todos os sanduíches têm nome de artistas, como Goya e Rodin, o que faz dessa padaria uma “galeria”… Os sanduíches são grandes e gordos, alimentam bem, e costumam custar entre R$ 10 e 15. Agora, o maior argumento pra provar que a Galeria não é cara são as coisas mais bobas, como pão na chapa e café com leite. O Toddy gelado de lá é um dos melhores que existem. Junto com um croissant na chapa com requeijão, desembolsa-se uns R$ 5. Importante lembrar que é garantia de coisa boa, não aquelas padarias que você vê que o pão é velho, a chapa está nojenta de tão suja e a manteiga é gordura em forma pura. Entre os doces, o pão de chocolate é uma delícia, com recheio farto, e custa R$ 2,50. Só fuja de umas tortinhas em formas geométricas que ficam expostas junto com os pães: elas são extremamente enjoativas e com uma consistência meio estranha…
 
Então põe seu pé lá dentro sem medo de ser feliz!
 
Serviço     
Galeria dos Pães
R. Estados Unidos, 1645, Jardim América, São Paulo – SP.
Tel. 11-3064 5900
http://www.galeriadospaes.com.br
 
Mari Tavares

O ambiente é agradável, o serviço costuma ser bastante simpático e o público é bonito, apesar de ter gente muito novinha (mas muito mesmo. tipo a irmã mais nova da sua amiga, que até onde você lembra não tinha idade pra frequentar bar).
 
Mas isso não importa.
 
O que importa é que no Peixe Boi você bebe dois chopps e paga um. E come uns espetinhos muito bons por R$3,50 cada (o de queijo coalho é uma delícia, e os de carne vêm acompanhado por pão – nem sempre fresco -, vinagrete, farofa e maionese). E come variações de hambúrguer, cachorro quente e afins por um preço justo: o x-hot-dog custa menos de R$ 3.
 
Pra quem não bebe álcool, os sucos são ótimos. A única coisa que o PobreTambémCome nunca experimentou foram as sobremesas. Mas isso será resolvido em breve.
 
Serviço
Peixe Boi
R. Harmonia, 472, Vila Madalena, São Paulo – SP.
Tel. 11-3813 5734
 
Mari Tavares 

Não, eu não estou me referindo ao Beirute de Brasília* – RISOS. Mas dizem que um dos melhores beirutes da cidade é o do Frevo (que eu acho caro), e outro dos melhores beirutes da cidade é o do Yellow Giraffe.

Ai, será? Bom, eu já tinha comido há muito tempo mas decidi ir lá checar. Primeira coisa a se dizer: solteiras, corram para lá no almoço de dia de semana! O Yellow tem clientela quase que predominantemente masculina – homens de negócio, de terno e tal. O ambiente é bonitinho mas, cara, ninguém merece uma TV ligada na hora do almoço, né? A rádio também é meio bizarra.

Quanto ao beirute em si: tem várias opções e, apesar de parecer menor do que os outros no diâmetro, é bem recheado. Agora, será que vale a pena? Deu R$ 23 e pouco… acho que só para os graaandes fãs de beirute, ou para quem está morrendo de vontade de comer um beirute bom. Fora isso, é bem OK-OK. Só que, perto das opções da Amauri, é uma das mais baratas, viu?

E tem delivery!

Serviço
Yellow Giraffe
R. Amauri, 356, Itaim, São Paulo – SP.
Tel. 11-3079 2438

* Para quem não conhece: o Beirute de Brasília é um dos bares mais tradicionais da nossa capital. É a legítima Casa da Mãe Joana, porque tem de família a travesti, de filha de político a bêbado profissional. CLARO: a gente adora e recomenda! HAHAHA

O povo tá achando muito caro as coisas que a gente está colocando aqui.
Aí, toda vez que falam isso, a gente desafia as pessoas a darem sugestões mais baratas.

Uyrá mandou praticamente um ROTEIRO. E um roteiro, digamos, bem peculiar.

Roteiro “Coma bem e Gaste Pouco no Centro da Cidade”* – por Uyrá Lopes dos Santos:
1) Churrasco Grego (original) na Galeria do Rap (a.k.a. Galeria 24 de Maio) – R$5,00
2) X-Fantasia (hambúrguer, maionese e mortadela, tudo bem temperado) em frente ao Copan – R$ 1,50
3) Suco Tampico – R$ 1,00
4) De sobremesa, trufas da R. Araújo – R$ 0,75
TOTAL: R$ 8,25

… economia de R$ 31,75 em relação ao teto de R$ 40 – “Já dá pra comprar um livro!”, arremata nosso colaborador!
 
*Comentário do blog: exige-se estômagos valentes. Mari não encara, e tu, Jorge?

Resposta: NÃO! Meda.

Então, a Mari ainda não sabe usar WordPress, ela é uma lesada. Já tem dois textos prontos dela, que eu estou esperando para publicar porque seria mais legal se já fosse com o login dela – pelo visto, esse acontecimento NÃO SERÁ POSSÍVEL, então daqui a pouco eu publico um deles HAHAHA
Tudo bem. Como diria a própria Mari: a vida segue.

Fora isso eu queria fazer uma crítica pública ao Ritz. As bichas adoram o Ritz da Franca, a gente sabe. A gente sabe e ALIÁS, não entende o porquê, já que a Lanchonete da Cidade (que é o hambúrguer que mora no nosso coração e que vai merecer um post especialíssimo em breve) fica megaperto e é MUITO MELHOR. O ambiente é retrô e mais agradável, também tem suco de tangerina (que, você já sabe, para nós é fator ultrapositivo), tem uma batata frita muito mais gostosa…

Tá bom, a gente sabe porque eles preferem o Ritz. É porque na verdade eles vão para o Ritz para paquerar, e não para comer. Aliás, será que eles comem hambúrguer? Parecem tão saudáveis, tão distantes do fast-food…

Tudo isso para dizer que existe apenas UMA coisa que realmente vale muito a pena no Ritz. É o bolinho de arroz. Huuummm! Ele vem com um molhinho agridoce que – acho – tem como base pickles. Não é todo mundo que curte o molho, mas o bolinho, olha, até onde sei é unanimidade.

Aí você vai me dizer que o Ritz é caro. Pois eu respondo: hambúrguer simples acompanhado pela porção de bolinhos sai por… R$ 20! Pô, se for pedir delivery é quase o mesmo preço de um número do Mc Donald’s!
(Ah, sim, porque você, que é leitor do PobreTambémCome e tem um bom gosto de embasbacar, não gosta de freqüentar o Ritz, aquele lugarzinho metido cheio de bicha rica.)

Então fica assim: o Ritz não é pra ir com peguete, nem com família, nem com amigo, nem para paquerar (ao menos que – creeedo – lhe apeteça). O Ritz é pra pedir por telefone.

Serviço:
Ritz
Tel do delivery: 11-3079 3661

Chama-se À Marroquina. Esquisito? Pois é mesmo.
É que eu e a Mari (sim, pessoas, por isso que eu sempre falo no plural, esse blog é meu e da Mari, mas a gente ainda não fez o login do WordPress dela direitinho) – continuando: eu e a Mari adoraaaamos suco de tangerina. Agora imagine uma Frozen Margarita de tangerina?! Essa preciosidade está disponível no Kebab Salonu, aquele restaurante especializado em kebab que fica na Rua Augusta.

O kebab é bom: costumo comer o indiano, que é levemente apimentado, tem chutney de banana e curry – um monte de coisa que eu adoro. Ele tá R$ 16. Mas, no fundo, a gente curte mesmo ir lá por causa do drinque! Custa R$ 12 – quase o mesmo preço de uma caipirinha de vodca, mas a gente garante que a experiência é única!

(Se você não estiver a fim de beber no dia que você for para lá, o chá de hortelã também vale super, é muito saboroso).

Detalhezinho chato: fumantes, vocês vão se desesperar. Não tem área de fumante no Kebab Salonu. Imagine beber o drinque da hora sem um cigarrinho? É, meus caros, eu sofro. O jeito é beber só um, para esquentar.
Aliás, antes que eu me esqueça: o lugar é bom para ir com amigo, mas é óóótimo para levar peguete em primeiro encontro – sabe como é, impressiona por ser diferentão mas não é caro!

Serviço:
Kebab Salonu
R. Augusta, 1416, Consolação, São Paulo, SP.
Tel. 11-3283 0890
www.kebabsalonu.com.br