Archive for the ‘lanchonete’ Category

Continuando nossa série de posts de comemoração, ai vão todos os restaurantes de Sampa City deste nosso primeiro ano de vida – só de A a C, porque foram muuuuuuitos, então vamos ter que dividir por blocos!

São Paulo

A
A Lareira
Abadia
Acrópolis
Alvarenga’s Bar
Amazon’s Coffee
Amsterdã Bistrô & Café
Andaluza
Aniello 1
Aniello 2 (Jorge é tão lesado que fez o primeiro post e me ajudou a fazer o segundo sem lembrar que já tinha feito um post sobre esse restaurante!)
Anis Café
Arabesco
Athenas Café

B
Bar do Biu
Bar do Elvis
Bar do Museu
Bar Leblon
Bella Gula Fast Bistrô
Bella Paulista
Benjamin Abrahão – Mundo dos Pães
Bistrô Charlô (não se iludam, o preço tava acessível só porque era comemoração de 20 anos do restaurante)
Blú Café
Burriteria

C
Ca’d’Oro
Cachoeira Tropical
Café Árabe
Café Florinda
Cantina D’Angelo
Cantinho Goiano
Carrinho de churros no Metrô Saúde
Casa do Norte – Cantinho do Martinho
Casa Líbano
CB Curry House (parece que não está mais aberto! Ainda aguardamos notícias sobre possíveis reinaugurações)
CBzinho
China Massas Caseiras por Jorge Wakabara
China Massas Caseiras por Natalli Tami
Churrascaria e Lanches Estrela
Clube Atlético Reinaldão
Côco, cravo e canela
Comedoria do Sesc Avenida Paulista
Comedoria do Sesc Pinheiros
Cremeria Nestlé

Próximo lote: São Paulo de D a K!

Mari Tavares

Continuando o post de comemoração, vamos aos restaurantes citados neste primeiro ano de vida, agora de Fortaleza a Santos!

Fortaleza/CE
Balu Doces
Bebelu
Brazão
Pankeka’s
Pinguim Bar
Sirigaddo Country
Sorvetão

Ilhabela/SP
Cheiro Verde
Max Paladar

Nova York/EUA
Fabiane’s

Paraty/RJ
Bombom da Maga Bomboniere
Porto da Pinga

Rio de Janeiro/RJ
Bagdá Café
Cafeína
Fornalha
Koni Store
Paz e Amor

Santos/SP
Graminha

Aguardem! Próximo post é São Paulo de A a C – são tantos os restaurantes paulistanos que a gente vai ter que dividir em 4 etapas… Mas vamo que vamo!

Mari Tavares

Gente! 1 ano de blog! Em meio a muvuca de carnaval, plantões e madrugadas de trabalho, ia passar super batido por nós, editores de meia-tigela…!

Para comemorar, fizemos uma lista de todos os 182 restaurantes, blogs e sites gastronômicos que apareceram por aqui neste período, divididos por cidade/Estado, em ordem alfabética e já com os links dos respectivos posts pra facilitar a vida (vamos publicar aos poucos, por cidade, porque demanda certo tempo…). Tivemos até cardápio musical, ó que chique!

Bom, parabéns pra nóis e que venha mais um ano! Eeeeee!

Belo Horizonte/MG
Bar Temático
Bares do Ei, Moreno! no Mercado Central
Bolão
Cantina do Lucas
Cantina Piacenza
Graciliano
Maria de Lourdes Botequim
Mineirinho
Pelicano Chopp
Villa Paraty
Xoq Xoq

Brasília/DF
Beirute
Café Antiquário
Isis Café Empório
Naturetto

Campos do Jordão/SP
Baden Baden

Curitiba/PR
Gô! Restaurante Asiático
Lucca Cafés Especiais

Mari Tavares

Seguindo a dica da freguesa Fafá Gallo, vou falar aqui de alguns mercados naturebas que têm comidinhas boas e baratas:

Natural da Terra – com cinco lojas espalhadas em São Paulo, o Natural da Terra possui uma lanchonete/ sushibar com várias delícias. Quando vou lá, vou pelo temaki: gigante, fresquinho e vale por uma refeição. Um de salmão fica uns R$ 14. Aí, outro dia, estava na casa do meu tio e ele trouxe pastéis de lá para fazer um aperitivo. O resultado foi que ninguém almoçou, dado o tamanho “travesseiro” de cada pastel. Ou seja, ninguém sai de lá com fome, isso é certo.
O Natural da Terra tem site, mas vá com tempo, porque é todo em flash, demoradíssimo.

Quitanda – é quase a mesma proposta do NT, mas com o contra de ser meio caro para um supermercado. Todo dia eles servem um buffet de sopas, com três variedades. Infelizmente, eu resolvi ir lá provar bem no dia em que os sabores eram mandioquinha, abobrinha e queijo. Mas a enjoada da história sou eu. No fim pedi um bauru que estava uma delícia, e custava uns R$ 5,90. A coxinha também é muito boa, mas vem nadando em óleo. A pedida é comer os salgados por lá, e fazer como meu namorado e eu, que compramos uma caixa de morangos (as frutas são baratas, ao menos) e uma lata de leite condensado, e fomos terminar o jantar em casa.

Serviço
Natural da Terra
Unidade Moema
Alameda dos Nhambiquaras, n° 3493

Unidade Alto da Boa Vista
Avenida Santo Amaro, n° 6618

Unidade Brooklin
Avenida Santo Amaro, n° 3493

Unidade Itaim
Rua João Cachoeira, n° 1351

Unidade Higienópolis
Rua Rosa e Silva, n° 211

Funciona todos os dias, das 7h30 às 22h, inclusive feriados. Tudo São Paulo.

Quitanda
Unidade Pinheiros
Rua Mateus Grou, n° 159 – Pinheiros
Telefone: (11) 3081-7901

Unidade Lapa
Rua Diógenes Ribeiro de Lima, n° 3029 – Alto da Lapa
Telefone: (11) 3834-4113

Funciona de segunda a sábado, das 7h às 21h, e domingos e feriados das 8h às 18h. Tudo São Paulo.

Bia Bonduki

O Fornalha é tão importante para nós, PobresQueTambémComem, que virou VERBO. A primeira que eu ouvi dizendo para a gente FORNALHAR foi Bruna Beber. Existe Fornalha em alguns lugares do Rio, mas o Fornalha dos nossos corações fica em Copacabana, bem pertinho das casas de prostituição e das colegas.

No Fornalha não existe espaço para comida saudável. Ou você come uns salgados fritos cheios de gordura, ou você come um pedaço de bolo gigante e cheio de açúcar. Por isso mesmo a gente gosta. Além de eu adorar o bolinho de aipim (que para o paulista é a mandioca) com carne seca de lá, posso ir de madrugada (pois é 24h) e posso pedir por telefone (pois tem delivery até as 21h). É bem barato: o salgado sai R$ 2 (ou R$ 2,30 quando tem requeijão), a fatia de bolo fica por volta de R$ 3 e pouco dependendo do tipo (o que eu gosto, morango com chocolate, é R$ 3,30).

Bom, quem nunca fornalhou precisa experimentar o SALGADINHO MAIS QUENTE DO RIO. É o slogan deles, juro!!!

Serviço
Fornalha (de Copacabana)
R. Ministro Viveiros de Castro, 33-C, Copacabana, Rio de Janeiro – RJ
Tel. 21-2275 3998

Jorge Wakabara

Ali naquele cantinho chiquê de Sampa surgiu, do nada, um letreiro luminoso que dizia Suco Bagaço – perto do cruzamento da Haddock Lobo com a Oscar Freire, do lado de uma loja de acessórios femininos. Tem um quê de geração saúde, óbvio. Era uma tarde ensolarada, estava bombando, rolava música de academia, muita gente bonita… não quis entrar.

Mas num outro dia, após as 18h, o lugar estava vazio e eu fui lá com a Kaori pra testar. Sendo ela veggie e eu estudando as possibilidades de ser healthier, nossa onda é achar opções interessantes que coincidam com o nosso bolso. Pois bem, achamos uma opção legal.

Todos os dias, após as 17h, qualquer quiche + salada sai por R$ 7,90 e você GANHA outro prato igual. É? É. São três ou quatro opções de quiche e uma salada de folhas verdes variadas com tomates. E os sucos? Uma variedade de frutas e combinações tão grande que demoramos um tempo até decidir qual experimentar. E vem 1/2 litro de suco, feito na hora com frutas frescas. E, claro, vitaminas (opção com leite de soja), frapês, lanche natural, açaí e tudo o mais que a geração saúde pede! Acho que eles vão começar a servir sopas no frio, será que vai ser nesse preço?

Bom, no total, salada + quiche + suco diferente = R$ 10,05 pra cada. Os preços dos sucos ficam em torno dos R$ 6 em média, dependendo das frutas que vc escolher.

Saindo de lá, fomos correr cinco quilômetros no Parque do Ibirapuera e depois fazer uma aulinha de Power Yoga.

Mentira.

Serviço
Suco Bagaço
Rua Haddock Lobo, 1.483, Jardins, São Paulo – SP
Tel. 11-3063 3538
www.sucobagaco.com.br

Natalli Tami

CÍNTHIA FOI E DIZ QUE CHEGOU!!! ELE CHEGOU!!! O MEU, O SEU, O NOSSO… SUCO DE TANGERINA DA LANCHONETE DA CIDADE!!!

Ela também sugere uma coisa doce, confira:

Você consegue comer legal com R$ 20. E repara no cardápio uma bebida que chama Doce de leite. Olha, speak serious*, é inacreditável de bom. O atendimento é muito eficiente, a espera é de poucos minutos e os momentos de prazer são infindáveis!! E é melhor do que os enlatados norte americanos, isso é!

Pelo visto, a Lanchonete da Cidade conquistou mais uma fã.

Serviço
Lanchonete da Cidade
Al. Tietê, 110, Jardins, São Paulo – SP.
Tel. 11-3086 3399

www.lanchonetedacidade.com.br

* esse é o jeito todo peculiar da Cinthola falar em inglês.