Archive for the ‘Itaim Bibi’ Category

Como assim a gente ainda não falou do nosso milésimo QG, Jorge?

Já faz quase um ano que, ao fim de uma noite no Studio SP, saímos eu, Jorge, e mais uns amigos dele para uma jornada em busca da comidinha de fim-de-noite. Acabamos no Itaim, na Temakeria & Cia. Que agora é moda, né? Assim como tem banquinha do Mc Donald’s que só vende sorvete, tem as temakerias e seus sorvetes de peixe.

Bom, a princípio, eu, pobre, pensei “ai, lá vou eu gastar milhões de reais pra comer de madrugada”. Afinal o propósito do lanchinho noturno é exatamente comer pouco e gastar pouco. Só que acabou que não gastei mais que dez reais prá comer um lauto temaki de salmão e tomar uma coca.

Aí pula pro começo do ano, quando voltei lá com o Jorge e mais dois para fazer um lanchinho da tarde. Acabamos nos empolgando tanto com o preço dos temakis que, aí sim, a brincadeira saiu cara. Claro, foi a falta de noção falando mais alto. A falta de noção e a tentação frente à novidade de salmão com camarão empanado e molho tarê. Ufs. Acho que cada um comeu três temakis aquele dia.

Ou seja, vale a pena. O ambiente é uma graça, tem salinhas reservadas e no cardápio tem até um temaki especial com o nome do Mauro Naves. Q?

Obs. do editor: Beatriz, “mais dois”? Isso é jeito de chamar o seu namorado e um amigo dele?! E devo acrescentar que eu acho que comi uns quatro temakis ao invés de três. Acontece.
BURP.

Serviço:
Temakeria & Cia.
Rua Joaquim Floriano, 307 – Itaim Bibi – São Paulo, SP
www.temakeriaecia.com.br

Bia Bonduki

Anúncios

A minha procura pelo PF de luxo mais gostoso do Itaim continua, queridos leitores. Dessa vez, entrei num restaurante que por fora tem toda a penca de lugar de mulherzinha: dois andares, varanda, jardinzinhos do lado de fora… Aí eu entrei, né?

Eis que lá dentro toda a decoração é dominada por imagens de carros de corrida e signos desse universo. Na TV (sem som), SporTV bombando. O movimento é macho, meu bem. E no Maneken Pis não é só o decor que lembra velocidade – eles servem o prato num vapt-vupt! Eu comi um filé de frango com molho de maracujá mais arroz e batata palha. Não recomendo essa opção caso você esteja com um peguete: a batata palha de lá é na verdade uma batata raladinha deliciosa, mas difícil de comer, fica caindo da sua boca e, bem, isso não é uma cena muito sexy a menos que você tenha tesão em bizarrices.

As opções de prato do Maneken sempre estão na porta – acho que varia de dia após dia – em uma lousinha. O preço foi honesto – esse prato + uma água sem gás deu R$ 22,22. Tinha picadinho – era um pouco mais caro. 

É um local bem agradável, sim. Só que ainda não é o PF mais gostoso da região – oba, vou continuar procurando! HEH

Serviço
Maneken Pis
R. Pedroso Alvarenga, 1051, Itaim Bibi, São Paulo – SP.
Tel. 11-3079 3151

Jorge Wakabara

Reparou que a gente tá falando bastante de sorvete, né? É que eu tirei um terceiro molar no sábado e a dieta das pessoas que tiraram um terceiro molar passa invariavelmente pelo sorvetinho, minha gente.

Aí eu lembrei hoje que o Chico me levou uma vez num lugar muito legal e decidi repetir. O AMZN’s tem um nome BEM do infeliz – vem de Amazônia, heim, heim, sacou, sacou? Qüééén. A variedade de sorvetes também não é muito boa… mas-porém-todavia-contudo os sabores exóticos são muito interessantes. Eu adoro o de cupuaçu, por exemplo – já o de tapioca eu acho meio massudo demais, esquisito. Também tem de cajá, castanha do pará, açaí…

O AMZN’s (que na verdade é a abreviação de Amazon’s Coffee – quanto mais eu rezo, mais cafona fica) é supertemático, com fotos da floresta na parede e livros sobre ecologia ao lado da velha e boa Caras para você dar uma olhadinha enquanto toma o seu café.

A dica é ser natureba por inteiro e almoçar no Cachoeira Tropical (que fica ali do lado) para depois se jogar num sorvete e num café do AMZN’s.

Obs.: o sorvete – dois sabores – é menos de R$ 5!! Ah, vá, baratinho.
Obs.2: a mulher do Cachoeira foi superfofa e bateu a sopa para mim no liqüí!! ÓUN.

Serviço
Amazon’s Coffee
R. João Cachoeira, 342, Itaim Bibi, São Paulo – SP.
Tel. 11-3079 8832
www.amzns.com.br

Jorge Wakabara

+ dica do minimalista Caju. Essa é a menor de todas!! HAHA Mas eu curti mesmo assim. Segueee:

GS. Fica na Joaquim Floriano, quase de frente pro Joakin’s. As mesas ficam todas juntas, dá pra ir sozinho e almoçar em família. Se couber dez lá dentro é muito. Dica: peça alguma opção de PF “mini”, que é mais q suficiente e custa R$ 8. O suco dá pra dividir, vem numa jarrinha até.

Serviço
G S Sucos
R. Joaquim Floriano, 134, Itaim Bibi, São Paulo, SP.

Guilherme Nóbrega

Faz uns três anos que me apresentaram o Suplicy Cafés Especiais e, desde então, eu dou dinheiro pra família em troca de café decente, lugar decente e conhecimento sobre café. Tornei-me uma chata em relação a café, rodei quase todas as coffee shops da cidade, mas o Supla (apelido carinhoso por conta da pressa do sms) ganha.

Se você tiver R$ 5 na carteira e quiser um café, vai! Vc terá R$ 0,75 de troco, mas será feliz. Peça o doppio, porque a máquina deles é italiana e regulada pra uma dose ser meia xícara.

Todos os tipos de drinques com café são bons, mas o preço varia pelo drinque e pela dose de café: espresso tradicional; machiatto (com espuma do leite); lácrima (leite cremoso e pouco café); cappuccino (com leite cremoso); caffe latte (café com leite); mocha (chocolate/caramelo + leite); americano (aguado); shakeratto (batido com gelo) e extração francesa (pó de café + água por cima, vem naquele bule de vidro com êmbolo). As opções geladas são as que eu gosto mais.

É ótimo pra ir em qualquer ocasião – sozinho, família, peguete, amigos, firma, reunião de negócios, com cachorro, first date, last date, ponto de encontro…

Dicas!
– Não vá com fome, não é o local ideal pra comer.
– O cookie é diferente, uma delícia, e custa R$ 2,50. As tortas mousses são ótimas tb, mas é um tanto caro pelo tamanho – R$ 6.
– Se vc curte chá, as opções são boas, importadas e a infusão é correta. Sugiro o Earl Grey, o Rooitea (canela), Natsukaori e Bolero – R$ 4,50 em média.
– Frapês diversos são bons também, chiques e em torno dos R$ 10.
– O pacote com 250g de pó pra cafeteiras normais custa R$ 10,40, independente da torra (quanto mais torrado, mais amargo). Pergunte qual o pó indicado pra sua cafeteira. Não fica a mesma coisa do espresso, mas é um luxo que eu recomendo, se você ama café.
– Wi fi e pessoas bonitas.
– Na unidade Lorena, desconsidere as cadeiras capengando, a superlotação de sábado à tarde e o som ambiente.
– Tem lugares com máquina e café Suplicy, mas não é a mesma coisa porque os baristas deles fazem a diferença.

Serviço
Suplicy Cafés Especiais
Al. Lorena, 1430, Jd Paulista (entre a Pde. João Manuel e a Augusta), São Paulo – SP.
Av. Renato Paes de Barros, 198, Itaim (perto da 9 de Julho, antes da Pedroso Alvarenga), São Paulo – SP.
(Nota do editor: tem em shopping também, mas vamos ignorar? HAHAHA)
www.suplicycafes.com.br

Natalli Tami

Eu já falei do Tulha, você lembra. E agora virou mania vasculhar lugares nos arredores do iG – que é onde eu trabalho, para quem não sabe. Dessa vez, devo dar os créditos para o Eduardinho. Ele me levou no Le Boulanger, que na verdade foi um lugar pelo qual ele cruzou num dia desses, achou simpático e – pelo que ele diz – seu FARO JORNALÍSTICO indicou que era bom.

Aí a gente foi conferir justamente hoje, quarta-feira, dia de… PF! O deles é bem temperado, com feijão preto e uma carne deliciosa (e ovo! Gente, tô numa fase Pobre-o-rama, adorando ovo). O lugar é bonitíssimo, bem arrumadinho, e o couvert (uns pedacinhos de pão que eu acho que é com alecrim e o Eduardo acha que não, que é outra erva) é gratuito.

O melhor é que parece um lugar mais elegante mas no fundo é supercool e não chega a ser tão caro quanto parece. Nossa conta deu R$ 23 e pouquinho, com o suco. Dá para ver o cardápio no site!

Serviço
Le Boulanger
R. Bandeira Paulista, 387, Itaim Bibi, São Paulo – SP.
Tel. 11-3078 6704
www.leboulanger.com.br

Obs.: não vou colocar essa tag porque é ridículo, mas é para-ir-com-o-seu-ex-namorado. Super OK. HAHAHA

Jorge Wakabara

Vamos supor que você trabalha no Itaim, e você viu o nosso post sobre o PF fino mas achou que R$ 25 era demais para o seu coraçãozinho. Que tal pagar… R$ 10 a menos?

Pertinho do Tulha, na esquina, o Alvarenga’s Bar parece um daqueles botecos que existem aos montes em São Paulo. Mas só quem entra e pede algo percebe: é o tempero mais delicioso de PF que eu já experimentei. De terça-feira, por exemplo, o prato do dia é estrogonofe. E ele é preparado com… coentro!! O feijão também tem coentro e é delicioso. E o prato do dia sai por apenas R$ 11, tá? No Itaim, meu bem, isso é trocado.

Vale super: com suco de limão – que vem naqueles copões – tudo sai por R$ 14, sem cobrar 10 % de serviço, sem frescura. E dá para encarar tranquilo, mesmo se você não estiver acostumado com PF, porque é tudo limpinho (inclusive o banheiro), com serviço atencioso.

Serviço
Alvarenga’s Bar
R. Pedroso Alvarenga, 1173, Itaim Bibi, São Paulo – SP.

Jorge Wakabara

A gente adora um PF. Feijão com arroz, comida com SUSTÂNÇA, sacomé? Todo mundo curte, não tem jeito. Só que muita gente tem medinho e/ou vergonha e/ou nojinho de ir em boteco e pedir um comercialzão.

Eu não sofro desse mal – adoooro um boteco HAHAHA – mas, como pobre-porém-chic que sou, às vezes tô a fim de comer um PF mas ao mesmo tempo ir num ambiente agradável, um atendimento bacana. Descobri o lugar – PORÉM, não se anime, ele é mais caro que um PF de boteco. Lógico.

Por R$ 20 e poucos, você curte um PF caprichado e LINDO + bebida no Tulha. Sério, eu nem sou tão ligado em “apresentação” de comida (apesar de ser japonês), mas quando o prato chegou eu fiquei bem passado, com pena de comer e estragar aquela coisa tão bonita. Fora que o lugar é pequenininho mas super bem decorado. Pelo que eu percebi, o legal é ir no máximo em duas pessoas, mesmo, porque só tem mesinha pequena – e como é tudo meio apertadinho, seria um transtorno juntar mesas ali dentro. Às vezes rola uma fila de espera, porque pelo visto o lugar enche. E quem não gostar da opção de PF do dia (que eles chamam de caseirinho), tem outros pratos mais elaborados no cardápio – só que um pouco mais caros. De qualquer forma, a conta não deve ultrapassar R$ 30.

Serviço
Tulha
R. Pedroso Alvarenga, 1177A, Itaim, São Paulo – SP.
Tel. 11-3167 6229

Não, eu não estou me referindo ao Beirute de Brasília* – RISOS. Mas dizem que um dos melhores beirutes da cidade é o do Frevo (que eu acho caro), e outro dos melhores beirutes da cidade é o do Yellow Giraffe.

Ai, será? Bom, eu já tinha comido há muito tempo mas decidi ir lá checar. Primeira coisa a se dizer: solteiras, corram para lá no almoço de dia de semana! O Yellow tem clientela quase que predominantemente masculina – homens de negócio, de terno e tal. O ambiente é bonitinho mas, cara, ninguém merece uma TV ligada na hora do almoço, né? A rádio também é meio bizarra.

Quanto ao beirute em si: tem várias opções e, apesar de parecer menor do que os outros no diâmetro, é bem recheado. Agora, será que vale a pena? Deu R$ 23 e pouco… acho que só para os graaandes fãs de beirute, ou para quem está morrendo de vontade de comer um beirute bom. Fora isso, é bem OK-OK. Só que, perto das opções da Amauri, é uma das mais baratas, viu?

E tem delivery!

Serviço
Yellow Giraffe
R. Amauri, 356, Itaim, São Paulo – SP.
Tel. 11-3079 2438

* Para quem não conhece: o Beirute de Brasília é um dos bares mais tradicionais da nossa capital. É a legítima Casa da Mãe Joana, porque tem de família a travesti, de filha de político a bêbado profissional. CLARO: a gente adora e recomenda! HAHAHA

Então, a Mari ainda não sabe usar WordPress, ela é uma lesada. Já tem dois textos prontos dela, que eu estou esperando para publicar porque seria mais legal se já fosse com o login dela – pelo visto, esse acontecimento NÃO SERÁ POSSÍVEL, então daqui a pouco eu publico um deles HAHAHA
Tudo bem. Como diria a própria Mari: a vida segue.

Fora isso eu queria fazer uma crítica pública ao Ritz. As bichas adoram o Ritz da Franca, a gente sabe. A gente sabe e ALIÁS, não entende o porquê, já que a Lanchonete da Cidade (que é o hambúrguer que mora no nosso coração e que vai merecer um post especialíssimo em breve) fica megaperto e é MUITO MELHOR. O ambiente é retrô e mais agradável, também tem suco de tangerina (que, você já sabe, para nós é fator ultrapositivo), tem uma batata frita muito mais gostosa…

Tá bom, a gente sabe porque eles preferem o Ritz. É porque na verdade eles vão para o Ritz para paquerar, e não para comer. Aliás, será que eles comem hambúrguer? Parecem tão saudáveis, tão distantes do fast-food…

Tudo isso para dizer que existe apenas UMA coisa que realmente vale muito a pena no Ritz. É o bolinho de arroz. Huuummm! Ele vem com um molhinho agridoce que – acho – tem como base pickles. Não é todo mundo que curte o molho, mas o bolinho, olha, até onde sei é unanimidade.

Aí você vai me dizer que o Ritz é caro. Pois eu respondo: hambúrguer simples acompanhado pela porção de bolinhos sai por… R$ 20! Pô, se for pedir delivery é quase o mesmo preço de um número do Mc Donald’s!
(Ah, sim, porque você, que é leitor do PobreTambémCome e tem um bom gosto de embasbacar, não gosta de freqüentar o Ritz, aquele lugarzinho metido cheio de bicha rica.)

Então fica assim: o Ritz não é pra ir com peguete, nem com família, nem com amigo, nem para paquerar (ao menos que – creeedo – lhe apeteça). O Ritz é pra pedir por telefone.

Serviço:
Ritz
Tel do delivery: 11-3079 3661