Archive for the ‘Itaim Bibi’ Category

Continuando nossa série de posts de comemoração, ai vão todos os restaurantes de Sampa City deste nosso primeiro ano de vida – só de A a C, porque foram muuuuuuitos, então vamos ter que dividir por blocos!

São Paulo

A
A Lareira
Abadia
Acrópolis
Alvarenga’s Bar
Amazon’s Coffee
Amsterdã Bistrô & Café
Andaluza
Aniello 1
Aniello 2 (Jorge é tão lesado que fez o primeiro post e me ajudou a fazer o segundo sem lembrar que já tinha feito um post sobre esse restaurante!)
Anis Café
Arabesco
Athenas Café

B
Bar do Biu
Bar do Elvis
Bar do Museu
Bar Leblon
Bella Gula Fast Bistrô
Bella Paulista
Benjamin Abrahão – Mundo dos Pães
Bistrô Charlô (não se iludam, o preço tava acessível só porque era comemoração de 20 anos do restaurante)
Blú Café
Burriteria

C
Ca’d’Oro
Cachoeira Tropical
Café Árabe
Café Florinda
Cantina D’Angelo
Cantinho Goiano
Carrinho de churros no Metrô Saúde
Casa do Norte – Cantinho do Martinho
Casa Líbano
CB Curry House (parece que não está mais aberto! Ainda aguardamos notícias sobre possíveis reinaugurações)
CBzinho
China Massas Caseiras por Jorge Wakabara
China Massas Caseiras por Natalli Tami
Churrascaria e Lanches Estrela
Clube Atlético Reinaldão
Côco, cravo e canela
Comedoria do Sesc Avenida Paulista
Comedoria do Sesc Pinheiros
Cremeria Nestlé

Próximo lote: São Paulo de D a K!

Mari Tavares

Trabalhar na região do Itaim é uma coisa que pode ser infernal ou genial – depende do ponto de vista. Em termos gastronômicos, o lado bom são as várias opções de restaurantes e padarias, mas o lado ruim é o preço, em geral um pouco salgado para refeições que não mereciam uma parte tão gorda de nosso suado salário…

Uma opção interessante é o restaurante Abadia. Não é exatamente barato, mas a comida é muito gostosa. Funciona no esquema de quilo, sempre com ótimas e variadas opções de salada (os molhos são deliciosos!), carne para os carnívoros, coisas vegetarianas para os vegetarianos, arroz, feijão e – uma coisa que me conquista – todo dia tem opção de peixe. Em geral tem também alguma coisa gordurenta e deliciosa, como pastel, batata frita, bolinho de arroz e coisas do tipo. Eu como pouco, em geral gasto uns R$ 8 e como bem; quando estou em dia ‘ogra’ de ser, gasto uns R$ 12.

Entre as bebidas, os sucos custam R$ 3 e a cerveja R$ 4 – mas ninguém aqui vai beber em horário de expediente porque somos funcionários exemplares, né minha gente? Agora, o melhor mesmo é a salada de fruta. A melhor que eu já comi na vida. Não é aquela coisa insossa de um monte de pedaço de fruta picada e jogada de qualquer jeito. Não não não. Eles colocam as frutas numa taça e regam com um suco, acho que de laranja ou coisa do tipo, fica de-li-ci-o-so. Custa R$ 4, 20. Tem também a opção com sorvete, que fica um pouco mais caro (R$ 6). Pra quem quer chutar o balde, tem opções de tortas doces, brigadeiros (aqueles grandes e gordos) e até petit gateau. E tem aquele sistema de que a cada refeição você ganha um cupom – lá eles chamam de ‘indulgência’, brincando com o nome do restaurante -, ai você junta 10 e troca por alguma coisa, que pode ser a própria sobremesa. Dica: fugir do horário de pico – entre 13h e 14h – porque o lugar fica insuportavelmente cheio.

Ah! E aceita VR!

Serviço
Abadia
R. do Rócio, 25, Itaim Bibi, São Paulo – SP
Tel.: (11) 3044-4975

Mari Tavares

Achei um lugar que podemos dividir em duas partes: um lado Subway e um lado Starbucks. Ou seja, o local é bem american new way of life.

O lado Subway deles é quando você entra na fila pra montar o seu próprio lanche, escolhendo os ingredientes na “vitrine”. Mas o plus do lugar são as opções! Molhos diferentes, incluindo um tal de wasabi dijonaise que é ótimo. Várias carnes com vários temperos, de rosbife a frango tandoori. Queijos diversos, de prato a brie. Legumes cozidos e grelhados. E verduras fresquinhas. Tem as opções prontas de sanduíches, mas escolher o que você quer é mais legal. Ah, sim… o pão é feito lá mesmo, num fornão a lenha, o que deixa o lugar com cheiro de padaria.

Um sanduíche básico (1 molho + 1 carne + 1 tipo de queijo + legumes + alface + tomate), dá pra uma pessoa com muita fome e custa R$ 17,90. Tem também só salada (muitas opções de folhas e complementos), que vem numa tigela IMENSA, por R$ 17,90 também.

Ok, não é muito pobre, já que esse preço não inclui bebida. Mas o lado Starbucks deles é: sabe todos os tipos de café americanos? Lattes, mochas, decafs, que não existem em tamanho pequeno? Tem tudo, e pela metado do preço da cadeia de café já citada. Um café simples sai por R$ 3,30. Todos os chás são Twinings (tem Darjeeling, meu novo amor), também por R$ 3,30. Muffins imensos, brownies, frutas e bolos de cenoura, todos na faixa de R$ 4,50. E o grande destaque vai pro waffle, bem quadrado, bem americano, por R$ 4,90. Breakfast only.

O lugar é bacana, a freqüência é bonita, o som ambiente é agradável. No almoço é lotado, de tarde é o meu novo refúgio para meus late lunchs. À noite, não sei. Talvez na unidade Itaim vire balada…

Serviço
NYC NYC Sandwich Bar (o povo lê “Níqui Níqui”)
Av. Eng. Luis Carlos Berrini, 1444, Brooklyn
Av. Juscelino Kubitschek, 165, Itaim Bibi
São Paulo – SP
www.nycnyc.com.br

Natalli Tami

Seguindo a dica da freguesa Fafá Gallo, vou falar aqui de alguns mercados naturebas que têm comidinhas boas e baratas:

Natural da Terra – com cinco lojas espalhadas em São Paulo, o Natural da Terra possui uma lanchonete/ sushibar com várias delícias. Quando vou lá, vou pelo temaki: gigante, fresquinho e vale por uma refeição. Um de salmão fica uns R$ 14. Aí, outro dia, estava na casa do meu tio e ele trouxe pastéis de lá para fazer um aperitivo. O resultado foi que ninguém almoçou, dado o tamanho “travesseiro” de cada pastel. Ou seja, ninguém sai de lá com fome, isso é certo.
O Natural da Terra tem site, mas vá com tempo, porque é todo em flash, demoradíssimo.

Quitanda – é quase a mesma proposta do NT, mas com o contra de ser meio caro para um supermercado. Todo dia eles servem um buffet de sopas, com três variedades. Infelizmente, eu resolvi ir lá provar bem no dia em que os sabores eram mandioquinha, abobrinha e queijo. Mas a enjoada da história sou eu. No fim pedi um bauru que estava uma delícia, e custava uns R$ 5,90. A coxinha também é muito boa, mas vem nadando em óleo. A pedida é comer os salgados por lá, e fazer como meu namorado e eu, que compramos uma caixa de morangos (as frutas são baratas, ao menos) e uma lata de leite condensado, e fomos terminar o jantar em casa.

Serviço
Natural da Terra
Unidade Moema
Alameda dos Nhambiquaras, n° 3493

Unidade Alto da Boa Vista
Avenida Santo Amaro, n° 6618

Unidade Brooklin
Avenida Santo Amaro, n° 3493

Unidade Itaim
Rua João Cachoeira, n° 1351

Unidade Higienópolis
Rua Rosa e Silva, n° 211

Funciona todos os dias, das 7h30 às 22h, inclusive feriados. Tudo São Paulo.

Quitanda
Unidade Pinheiros
Rua Mateus Grou, n° 159 – Pinheiros
Telefone: (11) 3081-7901

Unidade Lapa
Rua Diógenes Ribeiro de Lima, n° 3029 – Alto da Lapa
Telefone: (11) 3834-4113

Funciona de segunda a sábado, das 7h às 21h, e domingos e feriados das 8h às 18h. Tudo São Paulo.

Bia Bonduki

Eu tentei ir no restaurante árabe da Amauri dos pobres. Realmente tentei. Mas tava rolando uma dança do ventre, garçons idiotas passavam sem olhar para minha cara durante dez minutos e eu me enchi, levantei e saí.

Voltarei, porque sou um ser superior e PERDÔO. A segunda chance muitas vezes é o que move o mundo.

Então a opção que restava era o restaurante goiano. Se você já passeou pela João Cachoeira, com certeza se assustou com um BONECO de CHAPÉU sentado tranquilamente em uma mesa. Sim, meu bem, aquele é a REPRESENTAÇÃO DO GOIANO EM SI, vendo o movimento e ocupando espaço no Cantinho Goiano. Eu não tive coragem de perguntar porque raios eles continuam deixando aquele boneco que amedronta GERAL sentado na frente do estabelecimento, mas sem dúvida isso dá um bom retorno de marketing para o local. Afinal, quem precisa do endereço do Cantinho Goiano? “É aquele restaurante do boneco!”.

Bom, eu tive coragem de passar por perto daquele SEU BONECO e adentrar nesse espacinho do nosso Goiás. Espacinho nada: o lugar é superespaçoso e tem segundo andar. No almoço, o sistema é de buffet por quilo. Pense em manjuba frita, cordeiro, bacalhau, alcatra… todas aquelas coisas goianas de mesa farta que ENGORDAM. Observação muito importante: a conta do buffet não ultrapassa R$ 12,90 – se for mais que isso, o preço é esse ponto-acabou. R$ 12,90 por um monte de bacalhau?!

Pois é, e se der R$ 12,90, o buffet de sobremesa é cortesia da casa. Huuum… com suco, dá uns R$ 15,70. “Baratim, né, fi?”, diria o goiano.

A decoração tem umas imagens de cavalo, um berrante, enfim, um clima fazenda. Não importa: bacalhau a R$ 12,90, filho. Corre para lá. De noite tem à la carte, não vi os preços, mas aí rola uma galinhada com pequi – senti falta do pequi no buffet, que é tão tipicamente goiano, só que não sei se era por causa do dia, de repente em outro dia da semana tem algo com pequi.

Outra coisa importante: feijoada às quartas! R$ 12,90 por uma feijoadaaaaa!!!

Serviço
Cantinho Goiano
R. João Cachoeira, 167, Itaim Bibi, São Paulo – SP.
Tel. 11-3079 1646

Jorge Wakabara

Sabe aquele monte de restaurante carérrimo da R. Amauri – o único lugar de São Paulo onde a quantidade de valets é maior que a quantidade de gente? Pois bem, eu sempre tive um ÓDEO de trabalhar ali (o prédio do iG fica na frente da pracinha), porque sabia que estava rodeado de comida gostosa que eu NÃO POSSO PAGAR.

Mas hoje uma saída para almoçar com meu caro Raul (mais conhecido entre os fãs de futebol como o INIGUALÁVEL BETO MITO) me mostrou que quem não tem Amauri caça com João Cachoeira, querido leitor. Que sucesso! E eu, que sempre ia no Cachoeira Tropical, bem humilde (o vegê de R$ 13), nem sabia que um quarteirão antes existia um MUNDO DE RESTAURANTES! Só de passar o olho: um árabe, um espanhol e um… goiano!

Fomos ao Don Mariano, um restaurante de comida espanhola – huuum, que chiquê. Tá com cara de caro, né? Mas não é. Eles possuem almoços executivos com três opções diferentes de pratos principais – o de quinta-feira era filé mignon ao molho madeira, picanha argentina com vinagrete ou bacalhau. O executivo inclui SALADA e SOBREMESAAA (salada de frutas ou um mousse de chocolate bem gostosinho).

Chuta o preço de tudo isso.

R$ 16,55. Eu disse R$ 16,55. Sim, amigos: inclusive o de bacalhau é R$ 16,55.

A nossa conta deu um pouco mais cara porque não resistimos e tivemos que comer uma porção de mini-empanada. Pedimos metade de roqueford e metade de carne picante, as duas bem gostosas. R$ 10,70 – é bom para tira-gosto, se não está com muita fome. No site tem os sabores das empanadas normais, elas custam em média R$ 4 – não experimentei, mas se a mini-empanada é boa a grande é capaz de ser também, né?

O serviço é bem atencioso e, qüende, o couvert de pãozinho e manteiga é de graça!!! Impossível não engordar três quilos.

Outra hora me aventuro nas outras opções dessa rua que, para mim, é um NOVO PARAÍSO. Ai, pobre se contenta com qualquer coisa, né?

Serviço
Don Mariano
R. João Cachoeira, 178, Itaim, São Paulo – SP.
Tel. 11-3079 5964
www.donmariano.com.br

Jorge Wakabara

Bom, como essa semana foi muito difícil a minha dica fica restrita ao circuito Itaim – afinal, eu trabalho lá, pô. Dessa vez fui experimentar a Burriteria.

Vai, pensa comigo, filho: a tabacaria vende tabaco, a peixaria é onde você encontra peixe, a Temaqueria serve temaki, logo a Burriteria vende… vende…? Isso, filho, a Burriteria vende BURRITOS!

Bom, quem me conhece sabe que eu sou superchegado numa pimenta – “porque pimenta, minha gente, é um anti-depressivo natural…” – logo sou chegado numa comida mexicana (e indiana, e goiana, e etc). Na Burriteria você pode pedir um burrito só e OK, ou você pode ir nos Combos, tipo promoção do Mac. O meu preferido, no quesito custo x benefício, é o Combo 2: dá direito a um burrito grande, um taco e um refrigerante (eu substituí por chá gelado e paguei um pouco a mais). De qualquer forma, dá menos que R$ 20 – acho que é R$ 18,90, algo assim.

O sabor de burrito que experimentei foi o Ai Caramba!: com a carne cortada em cubos mais pimenta Jalapeño em conserva – amo!, sour cream, alface americana e queijo prato. Também tem um tal de Cabra-macho com mini cubos de bacon torrados e molho “tchicano picante” (sic), eu achei melhor não arriscar. Para os vegetarianos, tem uns sabores especiais que eu acho que devem ser bem gostosos: são dois, um chamado Radical com beringela, abobrinha e guacamole, e outro (o Nem Tanto, risos) com beringela e grão de bico.

Quanto ao taco: pedi um bem básico, o Baseball, com chilli-beans (a comida, não o óculos, idiota), guacamole, alface americana e cheddar. Bem gostoso.

Na Burriteria também tem salada e nacho, e aquela coisa de burrito doce – você sabe, o povo adora inventar ao invés de servir uma boa tortinha de banana.

É bom chegar cedo, no dia que eu fui lotou lá pelo 12h40. Fica superchato porque rola uma filona enorme. Dica boa é que eles entregam e a taxa é de R$ 1 – só precisa ver se eles entregam na sua região, né? Não seja burro de achar que com esse preço na taxa, eles vão entregar em Santana. Tonto.

Serviço
Burriteria
Av. Brigadeiro Faria Lima, 3179, Itaim Bibi, São Paulo – SP.
Tel. 11-3073 0020
www.burriteria.com.br

Jorge Wakabara