Archive for the ‘Higienópolis’ Category

Continuando nossa série de posts de comemoração, ai vão todos os restaurantes de Sampa City deste nosso primeiro ano de vida – só de A a C, porque foram muuuuuuitos, então vamos ter que dividir por blocos!

São Paulo

A
A Lareira
Abadia
Acrópolis
Alvarenga’s Bar
Amazon’s Coffee
Amsterdã Bistrô & Café
Andaluza
Aniello 1
Aniello 2 (Jorge é tão lesado que fez o primeiro post e me ajudou a fazer o segundo sem lembrar que já tinha feito um post sobre esse restaurante!)
Anis Café
Arabesco
Athenas Café

B
Bar do Biu
Bar do Elvis
Bar do Museu
Bar Leblon
Bella Gula Fast Bistrô
Bella Paulista
Benjamin Abrahão – Mundo dos Pães
Bistrô Charlô (não se iludam, o preço tava acessível só porque era comemoração de 20 anos do restaurante)
Blú Café
Burriteria

C
Ca’d’Oro
Cachoeira Tropical
Café Árabe
Café Florinda
Cantina D’Angelo
Cantinho Goiano
Carrinho de churros no Metrô Saúde
Casa do Norte – Cantinho do Martinho
Casa Líbano
CB Curry House (parece que não está mais aberto! Ainda aguardamos notícias sobre possíveis reinaugurações)
CBzinho
China Massas Caseiras por Jorge Wakabara
China Massas Caseiras por Natalli Tami
Churrascaria e Lanches Estrela
Clube Atlético Reinaldão
Côco, cravo e canela
Comedoria do Sesc Avenida Paulista
Comedoria do Sesc Pinheiros
Cremeria Nestlé

Próximo lote: São Paulo de D a K!

Mari Tavares

Minha paixão por padarias é de longa data e tenho certeza que ela não é só minha. O pãozinho quentinho com manteiga derretendo certamente já foi o momento mais empolgante do café-da-manhã de muita gente. Hoje as padarias se profissionalizaram, tornando-se muitas vezes grifes do pão.

Na minha busca pela padaria perfeita, descobri uma que foge ao padrão das 24horas. É a Padaria Aracajú, em Higienópolis, pertinho da praça Vilaboim. Uma padaria tradicional, sem a maioria das cafonices das padarias tradicionais e com mesinhas do lado de fora. É muito freqüentado pelos moradores da região e principalmente por senhoras com seus cachorros.

Minha dica são os pães especiais. O pão de cereais é divino. Sugiro pedir o pão de cereais na chapa com requeijão, de lamber os beiços. A variedade é bem grande e a casa também oferece sanduíches tradicionais e especiais, rodízio de pizza (simples e bem barato) e salgados.

Os doces são um capítulo a parte. A padaria é especializada em doces portugueses: o pastel de Belém é divino e eles têm um docinho de abóbora que derrete na boca. Além das já famosas broas de chocolate e frutas que são leves e muito gostosas. Só de pensar fico com água na boca.

Serviço
Padaria Aracajú
R. Maranhão, 760, Higienópolis, São Paulo – SP
Tel: 11-3666 8857
Horário: 6h às 23h // dom. a partir das 7h

João Marcelo

Seguindo a dica da freguesa Fafá Gallo, vou falar aqui de alguns mercados naturebas que têm comidinhas boas e baratas:

Natural da Terra – com cinco lojas espalhadas em São Paulo, o Natural da Terra possui uma lanchonete/ sushibar com várias delícias. Quando vou lá, vou pelo temaki: gigante, fresquinho e vale por uma refeição. Um de salmão fica uns R$ 14. Aí, outro dia, estava na casa do meu tio e ele trouxe pastéis de lá para fazer um aperitivo. O resultado foi que ninguém almoçou, dado o tamanho “travesseiro” de cada pastel. Ou seja, ninguém sai de lá com fome, isso é certo.
O Natural da Terra tem site, mas vá com tempo, porque é todo em flash, demoradíssimo.

Quitanda – é quase a mesma proposta do NT, mas com o contra de ser meio caro para um supermercado. Todo dia eles servem um buffet de sopas, com três variedades. Infelizmente, eu resolvi ir lá provar bem no dia em que os sabores eram mandioquinha, abobrinha e queijo. Mas a enjoada da história sou eu. No fim pedi um bauru que estava uma delícia, e custava uns R$ 5,90. A coxinha também é muito boa, mas vem nadando em óleo. A pedida é comer os salgados por lá, e fazer como meu namorado e eu, que compramos uma caixa de morangos (as frutas são baratas, ao menos) e uma lata de leite condensado, e fomos terminar o jantar em casa.

Serviço
Natural da Terra
Unidade Moema
Alameda dos Nhambiquaras, n° 3493

Unidade Alto da Boa Vista
Avenida Santo Amaro, n° 6618

Unidade Brooklin
Avenida Santo Amaro, n° 3493

Unidade Itaim
Rua João Cachoeira, n° 1351

Unidade Higienópolis
Rua Rosa e Silva, n° 211

Funciona todos os dias, das 7h30 às 22h, inclusive feriados. Tudo São Paulo.

Quitanda
Unidade Pinheiros
Rua Mateus Grou, n° 159 – Pinheiros
Telefone: (11) 3081-7901

Unidade Lapa
Rua Diógenes Ribeiro de Lima, n° 3029 – Alto da Lapa
Telefone: (11) 3834-4113

Funciona de segunda a sábado, das 7h às 21h, e domingos e feriados das 8h às 18h. Tudo São Paulo.

Bia Bonduki

Minha relação com a Dona Deôla da Av. Pompéia não envolve café com leite nem pão com manteiga, apesar de eu ser tarada por essas coisas. É uma relação puramente pragmática: trabalho na cercania, preciso almoçar, portanto é lá que eu vou.

Sim, a Dona Deôla tem comida. Mais especificamente, um buffet self-service no horário do almoço – o horário exato eu não sei, mas com certeza das 12h às 15h rola. Só não é muito sábio chegar no fim da feira (como em qualquer outro self-service) porque a salada não vai estar tão bonita nem a comida tão fresca: eles vão repondo ao longo do tempo, mas chega uma hora que eles páram, né…

As opções em salada são boas, com vários tipos de folha, tomate, tábua de frios e o mais importante de tudo: ovinhos de codorna! Os pratos quentes vão mudando durante a semana, mas sempre tem arroz, um tipo de torta, um tipo de carne e outro de frango, sem contar uma bandeja de salgadinhos, tipo mini-croquete, mini-coxinha e essas perdições todas. De sexta-feira é o dia mais gostoso, que é quando tem peixe e frutos do mar, como camarão na moranga. A única reclamação – e acaba sendo uma dica preciosa: as massas, que ficam em panelas a vapor, estão sempre frias. SEMPRE. Aquelas panelas a vapor são uma enganação. Fuja delas.

Enfim, dá pra comer gastando uns R$ 10. Eu como pouco e gasto R$ 7. Se você tiver com uns trocados a mais na carteira, vale muitíssimo a pena aproveitar-se do fato de estar dentro de uma padaria e comer uma sobremesa gostosa e despudoradamente engordativa. Eu recomendo o mini-sonho ou a carolina, que lá vem em versão doce de leite ou chocolate (apesar de carolina de chocolate ser uma incoerência, porque se o recheio é chocolate já vai pra chave classificatória da mini-bomba, não é mais carolina. Carolina que é carolina tem recheio de doce de leite, né não?… mas isso é outra discussão).

IMPORTANTE: Dona Deôla aceita VR* (pelo menos a da Pompéia eu sei que aceita). E todas as quatro casas são 24h! Não vai ter buffet de almoço às 3h da manhã, né, mas um pãozinho na chapa sempre engana a fome…

Serviço
Dona Deôla Pães, Doces e Cia.
Av. Pompéia, 1937, Pompéia, São Paulo – SP.
Tel. 11-3672 6600

R. Pio XI, 1377, Alto da Lapa, São Paulo – SP.
Tel. 11-3022 5640

R. Conselheiro Brotero, 1422, Higienópolis, São Paulo – SP.
Tel. 11-3826 4648

Rod. Raposo Tavares, km 22, Granja Viana, São Paulo – SP.
Tel. 11-4612 2288

http://www.donadeola.com.br/

*Nós do PobreTambémCome sabemos da importância do VR em nossas vidas. Por isso, a idéia é trazer essa informação em todos os restaurantes postados; até ingressamos num trabalho de resgate dos posts antigo, pra complementar com este dado. Aos poucos a gente consegue fazer o levantamento de todos, ok?

Mari Tavares

O título diz tudo.

Ok, vou falar mais: fui na unidade Jardins, ali na Padre João Manuel, pouco mais acima da Tietê, esquina com a José Maria Lisboa. Mas acabei de descobrir que é da mesma família dona da padaria Barcelona, que fica lá em Higienópolis, famosíssima. Sabe quando tudo o que está exposto tem uma cara ótima, recém-feito, nada de ontem? Pães, doces, bolos, ciabatas, roscas, sanduíches… quando vi, furei minha dieta!

Tomei um late brunch (existe? se não existe, inventei agora: sem almoço às 3 da tarde), com direito a chás, sanduba com muito recheio num pão delicioso e, pra arrematar, mousse de chocolate. Não chegou a R$ 20. A unidade Jardins tem um mezanino com terraço pra sentar tranquilamente, comer e ser bem atendido, longe da muvuca da padaria. Bom pra fim de tarde e manhãs preguiçosas. Assim como comprar o seu café da manhã completo e levar pra casa. Ou pra deixar aquela festinha mais chique.

Serviço
Benjamin Abrahão – Mundo dos Pães
Rua José Maria Lisboa, 1397, Jardins, São Paulo – SP.
Tel. 11-3061 4004

Padaria Barcelona
Rua Maranhão, 220, Higienópolis, São Paulo – SP.
Tel. 11-3258 1855

www.benjaminabrahao.com.br

Natalli Tami

Nós, pobres que moramos sozinhos, conhecemos muitos restaurantes. É verdade. Principalmente para a hora do almoço – porque só estamos em casa nesse horário se estivermos doentes. Afinal, temos que trabalhar para pagar… a conta dos restaurantes que freqüentamos! Também sabemos quase de cor o telefone de deliverys da região de casa. Mas também somos capazes de fazer a nossa própria comida. Não, não vou convidar ninguém para experimentar as gororobas que faço. Mas já evoluí muito desde que sai da casa da minha mãe e – posso dizer sinceramente – até gosto das atividades no fogão.

Aprendi com o tempo, claro, que para fazer uma comidinha com o mínimo de sabor, é preciso ter em casa alguns ingredientes (no meu caso, alho, cebola, manjericão – é mínimo de sabor, prestou atenção?) e que temperos prontos são uma enganação. O legal é comprar, lavar, picar, fritar etc com as próprias mãos. E toda essa introdução, que já deve ter feito o Jorge dormir [Nota do editor: zzzz], é para falar do sacolão que freqüento. A vida ficou muito mais fácil – e econômica – depois que passei a fazer minhas compras semanais no Sacolão de Higienópolis.

Lá, além de legumes, verduras e frutas, que é o básico de um sacolão, tem carne, peixe fresco, laticínios, vinhos (com preços ótimos e não são aqueles de garrafão, tem vinho chileno, argentino, português), geléias (as Queensberrys custam cerca de R$ 2 a menos do que nos supermercados), cogumelos (porque dá preguiça de ir até o mercado municipal, né?), grãos (linhaça, inclusive, que amo e faz bem principalmente para as mulheres por causa do efeito sobre os hormônios), pão integral, geladeira com Häagen-Dazs, iogurte, requeijão, essas coisas. Vende bandejinhas de sushi – eu nunca comprei porque não tenho coragem… E há um espaço para produtos kosher.

Na parte de fora, tem água de coco, garapa e pastel – ótimo para comer no domingo meio de café-da-manhã-almoço. E flores. Lindas, um monte de tipo. (ai! Fiquei fofa nessa parte do post!). Abre cedo – acho que 8h (mas isso não importa porque duvido que alguém vá cedo!) – e fecha às 20h durante a semana e 13h aos domingos. É dica para quem mora por ali mesmo – Santa Cecília, Vila Buarque e Higienópolis – mas se alguém tiver disposição para pegar carro ou ônibus com sacolas, eu recomendo. Vale a economia de 30%, em média, se comparado ao gasto no Pão de Açúcar.

Serviço
Sacolão de Higienópolis
R. Dona Veridiana, 162, Higienópolis, São Paulo – SP.
Tel. 11-3222 0678

Maíra Goldschmidt 

Falta doce nesse blog. Nós, editores, sabemos, e estamos organizando uma força-tarefa pra preencher este vazio. Pra começar, um lugar simpático e apetitoso: a Cremeria Nestlé.

Ok, a Cremeria é rede, ainda por cima com loja em shoppings, duas coisas que, a princípio, não são bem-vindas no PobreTambémCome. Por isso, vamos restringir a dica às lojas de rua – Higienópolis e Vila Madalena -, mais especificamente à segunda (porque eu e Jorge somos pinheirenses assumidos, fazer o quê…).
 
O espaço da Cremeria da r. Wisard é bem agradável, com cara de café. Tem umas mesinhas simpáticas, algumas até na rua, mas o melhor mesmo são os sofás – dá pra se esparramar bem. Tem lá uma meia dúzia de revistas de fofoca que combinam muito bem com café e sofá. Mas o que o Jorge gosta mesmo é do Almanaque dos anos 70 que fica dando sopa lá na estante…
 
As opções de sabores de sorvete não são tão fartas como em outras sorveterias da cidade, mas também não chega a ser um problema. Tem coisas bem gostosas, como chocolate suíço, doce de leite com coco, creme com cookies e os sorbets de amora e maracujá. A bola costuma ser generosa e custa R$ 5,90. Pagando mais R$ 1 por ingrediente, você pode acrescentar coisas ao seu sorvete, como caldas, farofa, amêndoas etc. Bom lembrar: o título foi só uma brincadeira… lá tem alguns – poucos – sabores que não levam açúcar, como o de chocolate.
 
A Cremeria tem também umas sobremesas mais “gordas” que levam sorvete, tipo petit gateau ou umas taças como a Delícia de Frutas do Bosque (sorvete de creme, frutas vermelhas e calda de laranja). Devem custar uns R$ 10. É esse o preço também de uma coisa muito boa que tem lá: os frapês e milk-shakes. O milk-shake de chocolate suíço é genial, vem com uns pedaços de chocolate meio cremoso… E o tamanho também é suficiente, a não ser que você seja um ogrinho!
 
Pra terminar, impossível não comentar os cafés de lá, que são realmente muito bons! O chocolate quente deve ser uma das melhores coisa que aquele lugar produz. Acho que custa uns R$ 6, mas pode confiar porque vale a pena. O mocaccino também é ótimo, e custa R$ 1,80. Vale ir sozinho e também com o peguete, porque o lugar é bem fofo!
 
Serviço
Cremeria Nestlé
R. Wisard, 179, Vila Madalena, São Paulo – SP.
Tel. 11-3232 1858
 
R. Alagoas, 900, Higienópolis, São Paulo – SP.
Tel. 11-3662 2551
http://www.nestle.com.br/cremeria/
 
Mari Tavares