Archive for the ‘delivery’ Category

Que vergonha… Já completamos 1 ano de blog há meses, e até hoje não terminamos de publicar os posts comemorativos… Ai ai…
Hoje, pra encerrar Sampa, a lista de restaurantes em São Paulo de R a Y.

R
Reserva Pinheiros Grill & Bar
Ritz
Rong He
Rosima
Roteiro no Centro de São Paulo
Rubi Café

S
Sabiá
Sabor Mate
Sacolão de Higienópolis
Santa Clara Batataria
Santo Grão
Santo Grão na Livraria da Vila
São Paulo Restaurant Week
Satya Mandir Bistrô
Sinhá
Smoky Jô
Suco Bagaço
Sukiyaki House
Suplicy Cafés Especiais
Sushi Kiyo
Sweet Heart

T

Tai Chi Guiozaria
Temakeria & Cia.
Temakeria Narita
Tolloco’s Taqueria
Tulha

V
Vanilla Caffe
Veloso Bar
Via Augusta Natural
Vó Sinhá

Y
Yamaga
Yellow Giraffe

Mari Tavares

Anúncios

Continuando nossa série de posts de comemoração, ai vão todos os restaurantes de Sampa City deste nosso primeiro ano de vida – só de A a C, porque foram muuuuuuitos, então vamos ter que dividir por blocos!

São Paulo

A
A Lareira
Abadia
Acrópolis
Alvarenga’s Bar
Amazon’s Coffee
Amsterdã Bistrô & Café
Andaluza
Aniello 1
Aniello 2 (Jorge é tão lesado que fez o primeiro post e me ajudou a fazer o segundo sem lembrar que já tinha feito um post sobre esse restaurante!)
Anis Café
Arabesco
Athenas Café

B
Bar do Biu
Bar do Elvis
Bar do Museu
Bar Leblon
Bella Gula Fast Bistrô
Bella Paulista
Benjamin Abrahão – Mundo dos Pães
Bistrô Charlô (não se iludam, o preço tava acessível só porque era comemoração de 20 anos do restaurante)
Blú Café
Burriteria

C
Ca’d’Oro
Cachoeira Tropical
Café Árabe
Café Florinda
Cantina D’Angelo
Cantinho Goiano
Carrinho de churros no Metrô Saúde
Casa do Norte – Cantinho do Martinho
Casa Líbano
CB Curry House (parece que não está mais aberto! Ainda aguardamos notícias sobre possíveis reinaugurações)
CBzinho
China Massas Caseiras por Jorge Wakabara
China Massas Caseiras por Natalli Tami
Churrascaria e Lanches Estrela
Clube Atlético Reinaldão
Côco, cravo e canela
Comedoria do Sesc Avenida Paulista
Comedoria do Sesc Pinheiros
Cremeria Nestlé

Próximo lote: São Paulo de D a K!

Mari Tavares

Continuando o post de comemoração, vamos aos restaurantes citados neste primeiro ano de vida, agora de Fortaleza a Santos!

Fortaleza/CE
Balu Doces
Bebelu
Brazão
Pankeka’s
Pinguim Bar
Sirigaddo Country
Sorvetão

Ilhabela/SP
Cheiro Verde
Max Paladar

Nova York/EUA
Fabiane’s

Paraty/RJ
Bombom da Maga Bomboniere
Porto da Pinga

Rio de Janeiro/RJ
Bagdá Café
Cafeína
Fornalha
Koni Store
Paz e Amor

Santos/SP
Graminha

Aguardem! Próximo post é São Paulo de A a C – são tantos os restaurantes paulistanos que a gente vai ter que dividir em 4 etapas… Mas vamo que vamo!

Mari Tavares

Um dia desses eu encontrei uma superamiga e, conversa vai, conversa vem, falei pra ela sobre o nosso PobreTambémCome. Depois de amar essa idéia, sabe qual foi a primeira pergunta que ela fez? “E na ZN, que que tem de BomPraPobre?”. Essa pergunta me pegou de jeito, já que eu nasci, cresci e fui criada na ZN, mais especificamente no bairro do Limão (ou Kentuky, como diria o Fê!) e não sabia responder. Pensei cá com meus botões e me veio à cabeça o que de melhor meu bairro natal tem: a padaria A Lareira. Foi lá que eu passei a infância, junto com minha amiga Alessandra, engordando entre um pão recheado e um belo doce. Conhecia todo mundo, meu segundo lar – seria o primeiro, mas minha mãe não deixou!

Começou pequena, bem de bairro mesmo, e hoje é um império de sabores e delícias. O pão não tem o que dizer, é maravilhoso. Os doces – ai, Jesus! Lá tem de tudo o que a Galeria dos Pães tem, mas, acho eu, que é maior e não tem tantas dondocas assim! É térrea, tem um amplo espaço de mesas; balcão de doces, frios e para pedir lanches; mini-mercado; forno de pizza e é 24 horas. Se você trabalha por ali perto, vai lá pra Cachoeirinha ou quer descobrir o que que a ZN tem, passa lá. É padoca, meu, pra todos os bolsos, inclusive para os cheios de teias de aranha.

Enquanto isso, vou tentar lembrar o que mais tem na ZN para você… e pra mim também, porque a situação tá roxa!!!

Serviço
A Lareira
Av. Deputado Emílio Carlos, 718, Bairro do Limão, São Paulo – SP.
Tel. 11-6858 4400
www.alareira.ind.br

Cinthia Reis 

Então, a Mari ainda não sabe usar WordPress, ela é uma lesada. Já tem dois textos prontos dela, que eu estou esperando para publicar porque seria mais legal se já fosse com o login dela – pelo visto, esse acontecimento NÃO SERÁ POSSÍVEL, então daqui a pouco eu publico um deles HAHAHA
Tudo bem. Como diria a própria Mari: a vida segue.

Fora isso eu queria fazer uma crítica pública ao Ritz. As bichas adoram o Ritz da Franca, a gente sabe. A gente sabe e ALIÁS, não entende o porquê, já que a Lanchonete da Cidade (que é o hambúrguer que mora no nosso coração e que vai merecer um post especialíssimo em breve) fica megaperto e é MUITO MELHOR. O ambiente é retrô e mais agradável, também tem suco de tangerina (que, você já sabe, para nós é fator ultrapositivo), tem uma batata frita muito mais gostosa…

Tá bom, a gente sabe porque eles preferem o Ritz. É porque na verdade eles vão para o Ritz para paquerar, e não para comer. Aliás, será que eles comem hambúrguer? Parecem tão saudáveis, tão distantes do fast-food…

Tudo isso para dizer que existe apenas UMA coisa que realmente vale muito a pena no Ritz. É o bolinho de arroz. Huuummm! Ele vem com um molhinho agridoce que – acho – tem como base pickles. Não é todo mundo que curte o molho, mas o bolinho, olha, até onde sei é unanimidade.

Aí você vai me dizer que o Ritz é caro. Pois eu respondo: hambúrguer simples acompanhado pela porção de bolinhos sai por… R$ 20! Pô, se for pedir delivery é quase o mesmo preço de um número do Mc Donald’s!
(Ah, sim, porque você, que é leitor do PobreTambémCome e tem um bom gosto de embasbacar, não gosta de freqüentar o Ritz, aquele lugarzinho metido cheio de bicha rica.)

Então fica assim: o Ritz não é pra ir com peguete, nem com família, nem com amigo, nem para paquerar (ao menos que – creeedo – lhe apeteça). O Ritz é pra pedir por telefone.

Serviço:
Ritz
Tel do delivery: 11-3079 3661